ico mapa site Mapa do Site            ico rss Assine nosso Feed              yt ico
feed-image RSS
19/10/15

Fluoretação ameaçada. FIO lança manifesto.

O presidente da FIO, Campos Sobrinho, alerta que os grupos sociais mais pobres ou com necessidades especiais podem ser os mais afetados pela falta de fluor para prevenção das cáries e doenças bucais

A Federação Interestadual dos Odontologistas (FIO) lançou manifesto no último dia 13 contra o Projeto de Lei6359/2013 que revogaria a Lei 6050/1974, que estabelece a obrigatoriedade da fluoração das águas de abastecimento.De acordo com o presidente da federação, José Ferreira Campos Sobrinho, os grupos sociais de baixa renda, idosos, pessoas com distúrbios psiquiátricos, deficientes físicos ou mentais, dependentes químicos, dentre outros, apresentam maior risco de doenças bucais.   "Quanto menor o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), mais precária é a saúde bucal da população, e maior a necessidade do uso do flúor", explica.

Em Saúde Pública, a fluoração da água é o método preferido para disponibilizar flúor, por ter eficácia, baixo custo e alta frequência de exposição, apesar de eventuais efeitos adversos.  O único efeito comprovado cientificamente pelo alto teor de flúor na água, está no aparecimento de manchas no esmalte, que ocorre raramente., de acordo com a FIO. Utilizada há 60 anos e, desde 1962, é recomendada, pela Organização Mundial de Saúde (OMS) o método deve continuar sendo utilizado em diversos países.

Há no entanto um aumento da prevalência do fluor na água e, por isso, o Projeto de Lei, 6359/2013, que tramita na Câmara dos Deputados, propõe a revogação da Lei n° 6050/1974, que determina a obrigatoriedade da fluoração da água em sistemas de abastecimentos nas estações de tratamento (ETA).  A argumentação para o projeto, de acordo com a FiO, é isenta de comprovação científica, ao passo que a aprovação do projeto será um retrocesso à prevenção da cárie dentária nos estados e municípios que contam com um dos melhores sistemas de prevenção dessa doença.
 
A precaução, de acordo com Campos Sobrinho, está relacionada à necessidade de controle e avaliação permanente das atividades de vigilância, para manutenção dos níveis adequados de flúor , além da modernização dos laboratórios que analisam a qualidade da água.

Confira a íntegra do manifesto



+ Notícias

Adicionar comentário

Ações

Uma iniciativa da CNTU em prol do desenvolvimento nacional e do bem-estar da população. São oito temas para ajudar a mudar o Brasil.

Saiba mais

Biblioteca CNTU

Um espaço para você encontrar facilmente informações organizadas em apresentações, artigos, legislações e publicações.

Saiba mais

AGENDA

11/12/2019
Dia do Engenheiro
 SDS Edifício Eldorado, sala 108 - Brasília/DF

Tel (61) 3225-2288

© Copyright 2015 - Confederação Nacional dos Trabalhadores
Liberais Universitários Regulamentados 
Fundada em 27 de dezembro de 2006.